• A adaptação sempre levou os humanos a se tornarem capazes!
    A adaptação sempre levou os humanos a se tornarem capazes!
  • A adaptação sempre levou os humanos a se tornarem capazes!
    A adaptação sempre levou os humanos a se tornarem capazes!

Tempo de acolhida: adaptação e novas rotinas

A adaptação sempre levou os humanos a se tornarem capazes!

Foi assim que começou a ser escrita a história da humanidade. E é assim com cada ser humano: foi comigo, com você e também será com seu filho.

Cada um de nós escreve sua história no processo de adaptar-se, de educar-se.

É esse processo que nos capacita como seres humanos, que nos torna capazes de transcender e que transforma o mundo. Só os humanos podem fazer isso e o processo de se adaptar implica ir aprendendo a fazer boas escolhas.

Quando a criança chega ao ambiente escolar, numa nova etapa da sua vida, uma fase importante da sua primeira infância começa. Ao acolhermos uma criança em nossa escola, nós nos preparamos para que suas novas experiências sejam cercadas de cuidados, de acolhimento.

A adaptação escolar não precisa ser traumática, é um processo inerente à condição de ser humano e somos seres adaptáveis.

Uma escola Montessori compreende a adaptação escolar como parte natural do desenvolvimento infantil, um novo passo para ampliar o mundo de cada pequeno.

Socializar-se é a competência humana que vai ficar em foco nesse período: novo ambiente, novos amigos, novas rotinas…

Mas não se preocupe: seu filho está preparado para isso — mesmo que às vezes reaja com um chorinho ao se separar de você, sua habilidade de socialização é uma condição humana.

Em vez de preocupação: cuidados. Cuidados com o respeito ao ritmo de cada criança!

Conhecendo sua história de vida, podemos entendê-la melhor, introduzindo-a no novo ambiente preparado para o acolhimento e para nutrir sua curiosidade, estimulando interações.

Um ambiente Montessori é um convite às brincadeiras!

Todas as atividades têm um cunho lúdico como a criança precisa e ela pode escolher a que mais lhe agrada.

Sabemos que um processo de adaptação traz modificações na rotina da criança, e que isso envolve seu senso de ordem, o que pode afetar a maneira de se sentir segura. Então, também cuidamos disso, com a atenção da qual cada uma precisa.

As rotinas cotidianas são importantes para restaurar a segurança de cada criança e trazer tranquilidade.

Com horários escolares mais curtos no ingresso, as novas rotinas vão sendo vivenciadas com menos ansiedade, permitindo que a criança vá gradativamente absorvendo o padrão da novidade, criando novos vínculos e sentindo-se segura.

A participação cuidadosa da família também é importante. Estar na escola no horário combinado para a saída da criança ou permanecer na escola quando necessário são cuidados fundamentais que asseguram à criança que, após o período escolar, ela voltará para sua casa com seus pais — isso acalma os coraçõezinhos!

Como cada criança é única, cada processo de adaptação também o é. Portanto, na escola estaremos sempre atentos às necessidades de cada um.

Com o tempo e a acolhida necessária, com os cuidados de todos (escola e família), a criança se tornará capaz de avançar e de se abrir às novas descobertas e conquistas no ambiente escolar…

E, certamente, um dia chorará por não querer ir embora para casa naquela hora — nós já vimos isso acontecer inúmeras vezes…

Por Marcia Righetti, fundadora do projeto pedagógico da Aldeia Montessori.

 



X